Lira cancela participação em viagem com Lula ao Rio Grande do Sul

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), não acompanhará a comitiva do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao Rio Grande do Sul nesta 4¬™ feira (15.

Foto: Sergio Lima - Poder360

Foto: Sergio Lima - Poder360

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), não acompanhará a comitiva do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao Rio Grande do Sul nesta 4ª feira (15.mai.2024). Segundo comunicado da Caixa Baixa, o congressista está com a agenda ocupada por “trabalhos legislativos”, sem especificar.

Na 3ª feira (14.mai), Lira afirmou a jornalistas que anteciparia reuniões sobre a regulamentação da tributária e outros projetos legislativos para conseguir participar da viagem ao sul do país. Em sua agenda oficial, o presidente da Câmara conta com sessões no plenário às 9h, às 11h e às 13h55.

"Ele [Lula] fez esse convite, tanto a mim como ao presidente [do Senado] Pacheco. Na mesma tese de que todos os poderes irem ao Rio Grande do Sul amanhã, para, de lá, fazermos o anúncio das medidas que o governo federal pretende elencar amanhã no Estado", afirmou Lira.

Ao Poder360, a assessoria de Rodrigo Pacheco (PSD-MG) confirmou que o presidente do Senado viajará ao Estado. Um representante do STF (Supremo Tribunal Federal) também deve comparecer.

Segundo agenda do presidente da República, o voo oficial chegará ao município de Canoas (RS) por volta das 10h. Uma reunião entre Lula e o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), está marcada para as 12h. Em seguida, os 2 deverão falar sobre medidas programadas para as enchentes na região, que já somam 149 mortes.

Segundo o ministro da Casa Civil, Rui Costa, o presidente deverá anunciar na viagem a "autoridade federal" para coordenar e lidar com a crise causada pelas chuvas no Rio Grande do Sul. O ministro da Secom (Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República), Paulo Pimenta, será o responsável por assumir o cargo.