Marina diz que 30 dos 54 focos de incêndio no Pantanal foram extintos

A ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, disse nesta 4¬™ feira (10.

Foto: YouTube

Foto: YouTube

A ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, disse nesta 4ª feira (10.jul.2024) que dos 54 focos de incêndio no Pantanal, 30 foram extintos. A declaração foi dada em entrevista a jornalistas no Palácio do Planalto, em Brasília.

Segundo Marina, os dados de combate ao fogo no Pantanal são um “início de estabilização” da situação. O fato de estarem extintos não significa que não devem continuar sendo monitorados, porque, às vezes, você tem um processo de extinção e há uma reincidência de fogo, então, a gente não para de fazer o monitoramento”, disse.

Assista (1min59s):

A ministra afirmou que o governo contratará novos brigadistas para combater o fogo na região. Segundo ela, 830 profissionais, 15 aviões, 15 embarcações e 3 bases multiagência estão em operação no combate ao fogo.

Em junho, o bioma teve o maior número de focos de incêndio desde 2005. Foram 2.639 registros. Representa um salto de 506% no comparativo entre os 2 piores anos até então, 2005 (435 focos) e 2020 (406 focos).

Na 3ª feira (9.jul), o presidente interino Geraldo Alckmin (PSB), assinou a medida provisória 1.239, que autorizar o uso de aviões estrangeiros no combate a incêndios e em outras situações, como em casos de estado de calamidade pública. Eis a íntegra (PDF – 116 kB).